convite_zem_7

>> Leia a matéria completa aqui <<

Bazar do Grupo Di vida já está funcionando

dsc02456_640x480Como vem acontecendo nos últimos anos, o Gruo Di vida já está expondo as bijuterias confeccionadas pelas participantes, para o dia das mães.

O bazar está localizado na primeira loja do Edifício Prata e tem funcionamento de segunda á sábado no horário comercial.dsc02462_360x480dsc02460_360x480

>> Leia a matéria completa aqui <<

Vejam fotos do show na pag. “EDUARDO COSTA”

>> Leia a matéria completa aqui <<

Mulher é roubada e jogada no Rio Glória

Policiais militares de Miradouro foram chamados na madrugada do dia 1º para a Ponte do Bairro São Pedro, onde populares mostraram uma mulher, dentro do Rio Glória, agarrada a uma laje.

Com a ajuda da população, os militares conseguiram resgatar Sebastiana Auxiliadora Jesus, 41 anos, moradora a Rua Vieira Benfica S/N, Centro de Miradouro.

A vítima depois de encaminhada ao Hospital Municipal e medicada, explicou aos policiais que, um cidadão, Luciano Natal Grizot, 31 anos, conhecido como “Bodão”, lanterneiro e morador da Rua Agostinha Angélica Alves, 40 Centro Miradouro, lhe abordou quando esta passava pela Av. JK, roubou seu celular e depois a jogou dentro do Rio, onde conseguiu sobreviver, por ter ficada agarrada à laje.

De posse das informações militares realizaram rastreamento pela cidade e encontraram “Bodão”, que foi preso e encaminhado a delegacia do município.

>> Leia a matéria completa aqui <<

Começou 9º Encontro de Paragliders em Leopoldina

mescal_200x

Cerca de 120 pilotos de vários estados do país estarão colorindo o céu de Leopoldina, que irá sediar o 9º Encontro de Paragliders entre os dias 1º e 3 de maio. O evento, que promete encantar o público com a apresentação de vôos duplos e acrobacias, tem como principal objetivo resgatar a tradição da modalidade no município, que já foi considerado um dos melhores locais do país para a prática do esporte.

“A última vez que Leopoldina sediou um Campeonato Brasileiro foi em 2000 e a intenção deste encontro é justamente permitir que a Associação Brasileira de Parapente faça uma nova avaliação da rampa e da pista de pouso para que a cidade tenha condições de voltar a ser o centro de grandes competições”, explicou Gilberto Tony, secretário de Esportes e Lazer de Leopoldina.

Neste encontro, o município será representado por 12 atletas e as inscrições, que são gratuitas, podem ser feitas até o dia do evento. Através da Secretaria de Esportes e Lazer, a Prefeitura conseguiu a liberação do DNIT da pista central da BR 116, ao lado da sede da Aramil, para que seja utilizada como pista de pouso. Além disso, haverá infra-estrutura para o evento, que vai desde a segurança e transporte dos atletas, até UTI Móvel e banheiros químicos.

O encontro acontece durante todo o final de semana, com entrada franca, a partir das 10h. Na programação estão previstos shows de rock, apresentação de acrobatas e distribuição de brindes.

Por Waltecir Prado – www.muriaeesportes.com.br

 

 

>> Leia a matéria completa aqui <<

STF revoga Lei de imprensa

O Supremo Tribunal Federal (STF) revogou nesta quinta-feira (30) a Lei de Imprensa, atendendo ação protocolada pelo PDT. Sete dos 11 ministros votaram pela revogação total da lei, editada em 1967, durante a ditadura militar.
Com a derrubada da lei, as penas de prisão específicas para jornalistas deixam de existir, e os juízes de todo o país estão proibidos de tomar decisões com base na agora extinta legislação.
Com isso, julgamentos de ações contra jornalista passam a ser feitos com base nos códigos Penal, Civil e na Constituição. A revogação também altera as formas de indenização e do direiro de resposta. Segundo o ministro Carlos Alberto Direito, que votou pela revogação, a legislação era incompatível com o sistema constitucional de 1988. “Os regimes totalitários podem conviver com o voto, jamais com a liberdade de expressão”, defendeu.
Embora a lei tenha sido revogada somente nesta quinta, muitos magistrados do país já haviam “abolido” a Lei de Imprensa de seus julgamentos, tomando como base os Códigos Civil e Penal, além da Constituição.
Desde fevereiro do ano passado, 22 dos 77 artigos da Lei de Imprensa estavam suspensos por força de uma liminar (decisão provisória) concedida pelo próprio STF.
_
Fonte: G1

>> Leia a matéria completa aqui <<

Marco Aurélio pede ajuda aos moradores de Muriaé na torcida pela Ponte Preta

60278_6O muriaense e técnico da Ponte Preta Marco Aurélio se dirigiu a Campos de Goytacazes junto com o elenco da Ponte Preta já esperando um apoio especial para o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Americano. Nesta quarta-feira, ele quer ver os habitantes de Muriaé-MG, cidade onde nasceu, lotando o setor visitante do Estádio Godofredo Cruz.

“Minha cidade natal, Muriaé, fica a uma hora e meia de viagem, então quero ver os mais de 50 mil habitantes de lá torcendo por nós no estádio”, pediu o comandante, ciente de que todo apoio possível será necessário. Marco Aurélio fez elogios ao time carioca e espera confronto complicado nesta quarta-feira.

“É uma equipe forte, com ótimo jogadores bem condicionados, altos, velozes. Há atletas de qualidade na frente, com bom passe e finalização, e aqueles que vêm de traz e chutam com qualidade. Nós, então, vamos caminhar devagarzinho: sabemos que é difícil jogar lá, mas vamos lá atrás de um bom resultado”, opinou o treinador.

Apesar disso, a Ponte Preta não entrará em campo para se defender. Diante da boa fase do time – além da campanha na Copa do Brasil, está disputando o título do Troféu Campeão do Interior – o maior objetivo passa ser marcar gols no adversário para ganhar vantagem no critério de desempate.

“Fazer um gol fora de casa na Copa do Brasil é muito importante e é isso que vamos buscar na partida contra o Americano. Respeitamos o adversário, mas um bom resultado nesta quarta dará uma vantagem para o segundo jogo em casa”, complementou o comandante. A Macaca pega o Americano às 19h30 (de Brasília).

>> Leia a matéria completa aqui <<

Prefeito termina com feira na Osvaldo Cruz

dsc02265_640x480Após 30 anos funcionando no bairro da barra, esta semana o prefeito municipal surpreendeu parte da população, em uma entrevista na rádio, dizendo que já no próximo final de semana a feira livre aos domingos, na barra passará a funcionar no mesmo recinto onde funciona a feira no centro da cidade, durante a semana.

A equipe de reportagem do Diário de Muriaé, foi as ruas para saber a opinião das pessoas que utilizam a feira e em primeiro lugar estivemos na Rua Osvaldo Cruz, onde era realizada a feira e os moradores foram a favor da retirada da feira, pois alegaram que o barulho principalmente, os incomodava muito. Depois  fomos ao Centro ouvir dos feirantes o que acharam da mudança de local que foi feita sem a devida comunicação aos mesmos.

dsc02266_640x480Para o florista João Rocha Lopes, a feira até poderia sair da Rua Osvaldo Cruz, mas o prefeito deveria ter comunicado com antecedência e arrumado um outro local na Barra para que pudesse ser realizada.

Já na barraca de legumes da produtora Rosa, foi uma atitude sem pensar, já que a maioria dos feirantes não tem um box no Centro e agora vão ficar ao redor dos boxes, em um local sem estacionamento e até a pessoa responsável pelos boxes no Centro do Produtor Rural só soube da mudança, na terça-feira (28).

Mais uma vez a população está pagando por certas atitudes sem que houvesse uma consulta já que os moradores da Barra terão que, se quiserem comprar produtos de feira, se deslocarem até o centro nas manhãs de domingo. E lembrando que as quartas e sábado a feira já funciona no bairro.

Para muitos feirantes vai ser uma perda muito grande, já que há 30 anos vem atendendo fregueses antigos, pessoas que saem da missa direto para a feira e muitos que passam por lá apenas para um bate papo.

Segundo Professor Marcos Coutinho Loures, que é morador do Centro, tudo que vem a incomodar próximo a residência do prefeito é retirado. Porque não colocou a feira então em outro ponto da Barra, como na Praça, ou no espaço do Dom Delfim?

Nem a presidente da associação de moradores da Barra sabia da retirada da feira e foi pega de surpresa ao ouvir pelo rádio o que estava acontecendo.

Segundo informações da assessoria da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente o Mercado do Produtor no Centro oferece melhores condições para os feirantes e consumidores, pois o local é coberto, possui estacionamento e é mais seguro.

Quem conhece o Mercado do Produtor no Centro sabe que o local é coberto para quem tem Box, se agora vão se juntar os feirantes que possuem apenas barraca, vão continuar na chuva de qualquer maneira. A segurança é só dentro doe espaço, pois durante a semana muitas pessoas são assaltadas na Av. JK, quando saem da feira, imagina no final da manhã de domingo, que o local parece um deserto?

“Os feirantes que apenas vendiam seus produtos na feira na Barra devem procurar o assessor da Secretaria, Gustavo Pereira, a fim de viabilizar um espaço destinado à montagem de suas barracas no local até dia 30 de abril das 7h às 17h”. Isso é prova de que vários vão ficar no tempo, sem o “local coberto”.

 

É certo que para os moradores da Rua Osvaldo Crus, onde a feira era realizada, o barulho, a sujeira e as dificuldades para estacionar e sair de suas garagens era um incomodo, mas tirar do bairro sem consulta é outra coisa.
 

dsc02262_640x480No Blog do Jornalista Elias Muratori, muitos questionamentos foram feitos sobre a mudança arbitraria do prefeito José Braz:

 

1 – O comunicado da prefeitura (via rádio) que no próximo domingo, dia 03, não mais haverá feira na Barra traz como uma das justificativas: “o bairro cresceu muito e não comporta mais a feira”.
Ora, não seria justamente pelo crescimento do bairro e da cidade que deverá existir mais de um ponto de feira na área urbana?

2 – O comunicado diz também: “após um entendimento com moradores do bairro da Barra”…
Por que será que nem mesmo a presidente da associação dos moradores ficou sabendo desta decisão antecipadamente? “Eu não sabia disso, tomei conhecimento quando ouvi na rádio a entrevista”, disse Dona Nilda, na noite de segunda-feira (27).

3 – Outra alegação é a de que, do ponto de vista da Vigilância Sanitária, “não há ambiente adequado para o comércio dos alimentos prontos para consumo imediato”… Nesse caso cabe a pergunta: há esse ambiente satisfatório no centro da cidade, no Mercado Produtor?

A feira da Barra atrai todos os domingos centenas de pessoas, da Barra e de muitos outros bairros próximos. Pessoas que, durante toda a manhã, compram e transportam penduradas nos ombros, braços e mãos os produtos hortifrutigranjeiros, a ponto de causar verdadeiros “engarrafamentos” nas calçadas das ruas, que permitem o deslocamento desses fregueses quando deixam à feira. Como muitos não possuem transporte, o fazem a pé.
Assim sendo devo questionar: desprovidos de veículos próprios farão o itinerário até o Mercado Produtor andando? Pagarão ônibus para freqüentarem a feira no Centro da cidade? Tomemos por exemplo um chefe de família do bairro Aeroporto: optará por gastar mais três reais em uma compra de dez, que normalmente faria na feira do bairro da Barra?
Antes de determinar a mudança (que, diga-se é desejo legítimo e de direito dos moradores da Oswaldo Cruz), não seria prudente se pensar em alternativas que não acabasse com a feira livre do bairro? Transferi-la para o espaçoso terreno da Dom Delfim, não seria solução melhor que deixar o bairro sem esse benefício? Um rodízio entre algumas ruas do bairro não aliviaria os moradores da Oswaldo Cruz, dividindo “os sacrifícios” com outros? O espaço que abriga o prédio desativado do TG, uma quadra e grande espaço de terra, na Prainha, não poderia abrigar (mesmo que temporariamente) a feira? O prolongamento da JK, na altura da Pronta Entrega, que terá pouca demanda de veículos aos domingos, não seria também uma possibilidade?
A verdade é que uma melhor discussão sobre o assunto deve ser feita. E, a isso, os moradores do bairro não fugirão. O diálogo entre moradores, feirantes e autoridades pode levar a um entendimento que satisfaça a todos.

 

>> Leia a matéria completa aqui <<

Clínica de fisioterapia anuncia fim do seu atendimento pelo SUS

O dominó da saúde em Muriaé tem mais uma peça derrubada. Depois de a Casa de Saúde Santa Lúcia anunciar que no dia 1º de Abril iria parar seu atendimento pelo SUS, no pronto socorro, agora chegou á vez da Clínica Fisiotrauma.
Doutor Cláudio Pompei, médico proprietário da clínica comunicou, na manhã desta quinta-feira (30), pela rádio Muriaé que “a partir de amanhã, dia 01 de maio a Fisiotrauma não atenderá mais pelo SUS”.
“Recebemos uma carta datada de 07 de abril do senhor secretário municipal de saúde, na qual ele relata a não vinda de verba para o serviço de fisioterapia e a verba que veio foi destinada, uma parte para o Hospital São Paulo e outra parte à Fundação”, explicou o médico.
“Esse corte de verba vem sendo anunciado desde o ano passado. Em setembro já tivemos o primeiro corte, depois, outros vieram sucessivamente… Então, devido a esses cortes a clínica não tem como continuar o atendimento. Nós ficamos muito tristes ao ver um serviço que é prestado há tantos anos ser interrompido e, ele não presta só fisioterapia, também tem o cunho social. A realidade hoje é que os pacientes estão perdidos”, complementou Dr. Cláudio.

Aos poucos a saúde de Muriaé vai perdendo espaços para atendimento a população. Se a cada primeiro dia de cada mês uma entidade fechar as portas para o atendimento pelo SUS, antes do final do ano a cidade, que é citada por alguns como “Pólo” na saúde e em vários seguimentos, viverá um verdadeiro caos.

>> Leia a matéria completa aqui <<

Cassado mandado da Deputada Maria Lúcia

dep15256-210x177Foi cassado nesta quarta feira (29), o mandato da deputada estadual Maria Lúcia Soares de Mendonça (DEM), de Cataguases, por captação irregular de recursos na campanha de 2006. O advogado de Maria Lúcia vai recorrer da decisão junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

O advogado Marcelo Chaves de Andrade disse que vai aguardar a publicação do acórdão no “Minas Gerais” para interpelar. Segundo o TRE, a publicação vai demorar de uma a duas semanas.

O advogado de Nacib Duarte Bechic (PMN), primeiro suplente, solicitou ontem ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) o encaminhamento de um ofício à Mesa Diretora da Assembléia de Minas requerendo a posse imediata na vaga da parlamentar.

A defesa de Duarte Bechir tem como base o código eleitoral que diz que os efeitos dos recursos não são suspensivos. Ou seja, na prática, a decisão do TRE pode ser executada imediatamente. O documento foi protocolado ontem à tarde no TRE que, por sua vez, deve encaminhá-lo ao presidente da Assembléia, Alberto Pinto Coelho (PP), já no início da semana que vem.

Por Fernanda Gonçalves com informações do Jornal O Tempo

 

>> Leia a matéria completa aqui <<

Nova barragem deve ser construída na região

UM DESASTRE ACONTECIDO EM 2007
Uma das maiores tragédias em se tratando de inundações aconteceu em Muriaé e região, em janeiro de 2007. Uma barragem de rejeitos de bauxita (da Mineração Rio Pomba Cataguases Ltda), no município de Mirai-MG rompeu e milhões de litros de lama destruíram plantações, matou animais e invadiu casas e outras dependências, ao longo de toda margem do Rio Muriaé, inclusive nas cidades de Mirai, Muriaé, Patrocínio do Muriaé e outras.
Centenas de prejudicados entraram na Justiça e poucos receberam uma ínfima indenização. Nada foi feito para a limpeza e recuperação do rio. Suas margens, nas áreas rurais, embora tenham crescido o capim permanecem imprestáveis para qualquer plantio. Na época, uma multa de (70 milhões?) de reais foi aplicada à empresa, no entanto, não temos informações de que essa penalidade foi cumprida. Enfim, em mais de dois anos passados não vemos resultados satisfatórios para o reparo de tantos danos.

SURPRESA
Para surpresa de tantos atingidos, de acordo com o que está expresso no PARECER ÚNICO da Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Zona da Mata, a mesma empresa “obteve em 31.08.2007, duas licenças de instalação com validade até 31.08.2008: uma para o lavador de bauxita (Processo Nº 00201/1986/033/2006) e outra para a Barragem de Rejeito Bom Jardim (Processo Nº 00201/1986/032/2006)”.

LOCALIZAÇÃO (conforme o mesmo documento)
“Tanto o Lavador de Bauxita como a Barragem Bom Jardim estão inseridos na área de servidão do processo DNPM 831.091/81, já licenciado na FEAM para extração de bauxita…”
“O empreendimento localiza-se na Sub-bacia do Córrego Bom Jardim, na porção sudoeste do Município de Mirai a 15 km da cidade de Mirai. O Córrego Bom Jardim é afluente da margem direita do Rio Fubá, que é contribuinte do Rio Muriaé…”

EXAME DE LICENÇA DE OPERAÇÃO
A empresa Mineração Rio Pomba Cataguases Ltda está requerendo agora a Licença para Operar, na unidade de mineração já devidamente reinstalada e a APROVAÇÃO poderá acontecer hoje, em Ubá-MG, na 50ª Reunião Ordinária da Unidade Regional Colegiada Zona da Mata do Conselho Estadual de Política Ambiental – COPAM.

LOCAL E DATA
A reunião vai acontecer, nesta quarta-29, a partir das 14 horas, no local denominado Casa do Braz, na Avenida Raul Soares, nº 300, centro, Ubá, MG.

PORTANTO…
Caso seja aprovada a Licença de Operação, outra barragem começará a ser cheia, sobre as cabeças de quem ainda não viu amenizados os problemas causados, há pouco mais de dois anos.

Fonte: Elias Muratori

>> Leia a matéria completa aqui <<

Polícia recupera caminhão roubado

dsc02286_640x480Um caminhão Mercedes Benz placas JFQ 1526 – Água Branca -Al, que seguia de Santa Maria da Boa Vista (PE) para São Paulo (SP), com uma carga de 1544 caixas de melão, foi assaltado no Posto Itaúna na BR116 próximo a Caratinga e abandonado no Posto F2, em Miradouro.

De acordo com o motorista Adenilson Batista da Silva, 37 anos, ele parou no posto para tomar banho e jantar, e quando voltou para o caminhão foi abordado por dois indivíduos não identificados, que o obrigaram a entrar no veículo e seguir viagem sem rumo, e logo depois, uns 10Km foi colocado em um Pálio preto sem placa, com outros indivíduos: “De oito da noite até as quatro da manhã eu passei em um cativeiro, onde fui abandonado; não sofri nenhuma agressão, eles apenas falaram que só queriam a carga, mas como eu estava transportando melões, eles pensaram que eram leite ninho e óleo, daí quando viram que não era a carga que eles queriam abandonaram o caminhão no local”.

Segundo a vítima o local do cativeiro era no município de Fervedouro.

Assim que foi liberado Adenilson pegou uma carona e ao chegar ao posto constatou que o caminhão era mesmo o seu e informou a polícia, que determinou o deslocamento do veiculo para o Posto da Polícia Rodoviária Federal onde foi feito o trabalho da perícia técnica, e após tudo estar concluído, o motorista pode seguir viagem.

 

>> Leia a matéria completa aqui <<

Atleta que nasceu em Eugenópolis é convocado para seleção brasileira de vôlei

090417leomineiroExcelente notícia para o esporte da região. Léo Mineiro, que nasceu em Eugenópolis e estudou em Juiz de Fora, vai defender a Seleção Brasileira Masculina de Vôlei. E foi o próprio Bernardinho quem convocou o atleta na noite dessa terça-feira (28).
Léo Mineiro disputou a Superliga Masculina pela equipe do Cruzeiro. Ele foi eleito o dono da melhor recepção do campeonato.

Léo vai se juntar a outros 16 jogadores também convocados pelo técnico Bernardinho para a disputa da Liga Mundial, torneio que o Brasil já conquistou sete vezes. O ponteiro se apresenta na próxima segunda-feira (4), no Centro de Treinamento de Vôlei, em Saquarema, interior do Rio.

O Brasil está no Grupo D da Liga Mundial e estréia nos dias 13 e 14 de junho contra a Polônia, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. As outras equipes da chave são Finlândia e Venezuela.

>> Leia a matéria completa aqui <<