BR 116: liberação parcial deve começar no final de semana



Interditada totalmente desde a amanhã de sábado (02), após a queda de rochas e barreiras, na Serra do Belvedere, a BR 116, principal acesso de Muriaé para vários pontos do país, deve ser liberada parcialmente no final de semana.

Segundo nota divulgada no site do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), a Rodovia Federal é a única totalmente interditada no estado e será feita uma contratação emergencial de empresa para realizar os trabalhos de desmonte das rochas, visando restabelecer o tráfego e, na seqüência, obras de estabilização do talude. A previsão é de que o tráfego seja liberado em regime alternado (pare – siga), até o fim desta semana.

A BR 116 é a principal ligação entre o Sudeste e o Nordeste do Brasil, e desde que foi interditada, quem precisa trafegar pelo trecho na Serra do Belvedere precisam buscar alternativas de rotas para chegar ao seu destino; assim que foi determinada pela PRF a interdição da mesma, os motoristas, muitos caminhoneiros que seguiam viagem, principalmente para São Paulo, precisaram pagar pela cidade de Miraí, chegar a Cataguases e voltar para 116 em Leopoldina, e seguir viagem, o mesmo trajeto, era feito para quem seguia sentido Muriaé; mas na tarde de terça-feira (05), o prefeito e a Defesa Civil de Miraí divulgaram um decreto proibindo carretas, caminhões e ônibus de trafegaram pela ponte que dá acesso a Cataguases, já que o grande número de veículos de sábado até segunda, trouxe danos a estrutura da ponte e para evitar futuros problemas, somente carros de passeios podem transitar pela mesma.

Com esta proibição de tráfego passado em Miraí, a PRF orienta os veículos de cargas e ônibus irem pela BR 356, pegar o desvio pela MG-285, passando por Laje do Muriaé, Miracema, Palma e retornar para 116 em Laranjal, isso aumenta a viagem em 143 km.

A PRF também informou que outra opção de desvio sentido Rio de Janeiro, é acessar a BR-356, que leva a Itaperuna, que chega à BR-101, em Campos do Goytacazes. Segue nesta rodovia até Rio de Janeiro. Este percurso aumenta a viagem em 180 km.

 

VEJA TAMBÉM

  1. pablo

    Grande e unico reporter serio de muriae, que o resto (resto mesmo)omite qualquer informaçao que afetem seus “colaboradores”. Para os incompetentes politicos federais de nossa cidade, vergonhosa a situaçao de mais de uma semana de uma principal via do país, interditada! Sabe o que parece? Que irão esperar as proximas eleiçoes fazerem a liberaçao da pista com show com alguma dupla sertaneja, pra angariarem votos entre os “libertos da BR-116′!!

     

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *