Polícia Civil indicia 26 pessoas presas na operação “Juízo Final”



 

Passados quase dois meses da Operação “Juízo Final”, onde a Polícia Civil prendeu no dia 11 de outubro, 17 pessoas, que se juntaram a outros seis que já estavam detidos e deu prosseguimento, prendendo na Fase II, mais três suspeitos, além de diversos veículos, entre carros de luxo e motos, na manhã desta terça-feira (5), o inquérito, com 10 volumes, foi entregue no fórum com o iniciamento de 26 pessoas. dados como criminosos de altíssima periculosidade, responsáveis pela “Guerra do Tráfico” em Muriaé.

O trabalho investigo foi feito pelos integrantes da agência de inteligência, coordenados pelo delegado Tayroni Espíndola, pela delegacia de homicídios com Dr. Rangel Martino e total apoio do então delegado regional Alessandro da Mata. A operação contou com mais de 70 Agentes, das Delegacias Regionais que integram a área de atuação do 4º Departamento de Polícia Civil, em Juiz de Fora, como Muriaé, Miradouro, Carangola, Divino, Juiz de Fora, Ubá e Viçosa, com cerca de 30 viaturas, o apoio do Helicóptero “Carcará”, da Polícia Civil, e a participação da delegada de menores e mulheres, Dra Natália Magalhães.

Segundo as investigações da polícia Civil: A “Guerra do Tráfico” em Muriaé já vitimou, só neste ano, cerca de 16 pessoas, dentre os homicídios consumados e fora as tentativas que chegaram atingir pessoas que não estavam envolvidas. Agora o inquérito será analisado pela justiça da Comarca, que vai decidir sobre o futuro de cada um dos envolvidos.

 

 

VEJA TAMBÉM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *