22
mar

Falso olheiro de futebol que atuava em Piúma foi assassinado em MG




cucaUm falso olheiro de futebol, que enganou oito meninos de Piúma que sonhavam serem jogadores, foi assassinado na cidade de Leopoldina. Ele prometia transformar os adolescentes em craques de grandes times nacionais.
Segundo informações da polícia, um dos meninos chegou a ser trazido para Minas Gerais por William dos Reis Costa, de 36 anos, conhecido como “Cuca”, era procurado pela polícia mineira por vários crimes, dentre eles, estelionato e pedofilia.
As famílias só ficaram sabendo que foram enganadas porque o acusado foi assassinado em Leopoldina. Willian era conhecido da polícia e agia na localidade como agenciador de programas sexuais para empresários e políticos da região de Piúma.
Cuca começou a aplicar golpes no Espírito Santo e se apresentava como delegado federal e alegava ter influência em clubes de futebol. Ele prometia levar os meninos para jogar no Botafogo, Atlético Mineiro e até no Chile. Cuca foi assassinado com um tiro na testa. Um homem o aguardava de madrugada de moto em frente a sua casa, na periferia de Leopoldina. Ao ser chamado, Wiliam atendeu o portão e foi baleado.

Informações do correspondente da Rede Vitória no Sul do Estado, Ramon Barros.

Deixe seu comentário


Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.